Obama disse que não foi muito bem ao dançar o 'Gangnam Style'

;

Psy, uma das mais faladas figuras do ano, ouviu de Barack Obama que seu “Gangnam Style” chegou à intimidade da família do presidente norte-americano.

Mas a performance de Obama na dança do cavalo louco, eternizada pelo clipe do sul-coreano que quebrou recordes no número de exibições no YouTube, parece não ter agradado a primeira-dama Michelle e as crianças.

A revista antecipou  declarações do músico. "Ele me contou que dança bem 'Gangnam style', mas as mulheres de sua família ficam envergonhadas, então ele não faz mais isso", teria dito o Rapper.

"Embora esteja agradecido pela liberdade de expressão, aprendi que há limites para o que é apropriado para a linguagem e lamento profundamente pela maneira como essas letras podem ser interpretadas", afirmou o rapper num recente comunicado. "Lamentarei para sempre qualquer sofrimento que tenha causado com essas palavras."

Num dos shows de oito anos atrás, Psy protestou contra as mortes de duas adolescentes sul-coreanas atropeladas por um tanque norte-americano no país. Posteriormente, criticou a invasão e ocupação do Iraque, liderada pelos Estados Unidos, das quais forças da Coreia do Sul participaram.

Psy encontrou-se com Obama no evento anual "Christmas in Washington", do qual participou também a família do presidente. A reportagem da "The Hollywood Reporter" informa, no entanto, que o assunto diplomático ficou de fora da pauta. O vídeo de "Gangnam style" é o mais visto de todos os tempos no YouTube, com quase 1 bilhão de acessos desde que foi lançado, em julho.

                     
           
   
0 comentários:
Postar um comentário